Controladoria
Custo da Xerox por Centro de Custo
TRILHA DAS IDÉIAS
PÁGINA INICIAL
CONTROLADORIA
CONSULTORIA
TREINAMENTO
PALESTRA, SEMINÁRIO
PESQUISA
NOSSA REDE
CONTATE-NOS

 
Tanto na elaboração quanto no acompanhamento orçamentários, depara-se com custos comum a vários setores, dificultando a apuração por centro de custo.
Muitas empresas utilizam o sistema de rateio, determinando assim a parcela de cada departamento.

A dificuldade de encontrar um critério que se justifique a todos os responsáveis por este custo, é o maior problema deste sistema de custeio, além da alocação indevida do custo à uma atividade.

Buscar um meio de custear ao invés de ratear é o desafio.

Vamos considerar o custo de xerox tiradas em uma máquina com senhas, conforme segue:
    • Senha A (Venda para Eventos) – 1960 cópias
    • Senha B (Departamento de Recursos Humanos) – 380 cópias
    • Senha C (Administração) - 195 cópias
    • Senha D (Hospedagem) – 290
    • Total de Cópias no mês: 2.825

Os custos deste processo são:
    • Locação da Máquina : R$ 485,00 mensais
    • Material de escritório utilizado no período (folhas de papel, grampos da máquina,
      etc.) = R$ 89,00
    • Custo da Energia Elétrica

Calculamos primeiro a quantidade de Energia utilizada pela máquina, através da fórmula:
    • E = P x t
    • Em que: E = energia elétrica em quilowatts (kW)
    • P = Potência em Watts registrada no equipamento pelo fabricante, dividida por
      1000 = Potência em kW
    • t – tempo em horas pelas quais o equipamento ficou ligado.
    • Lembrando que 1kWh (quilowatt hora) = 1kW x 1hora.

Assim, para a Energia, temos:
    • E = 330/1000 x 8X30 = 79,2 kW por mês de energia elétrica.

Se considerarmos o custo do kWh calculado pela conta da Cia de Energia Elétrica já com o ICMS, ou seja, o total da conta dividido pela quantidade de kWh gastos; neste exercício estabelecemos um custo hipotético de R$0,887 por kWh; poderemos calcular o custo da energia elétrica utilizada pela máquina de xerox:

    • Custo E = 79,2 x R$ 0,887 = R$ 70,24

Então teremos:
    • Custo Total= Aluguel+ Material + Energia
    • Custo Total : 485+89+70,24 = R$ 644,24

Dividindo-se pelo total de cópias:
    • Custo Unitário da xerox = 644,24 / 2.825 = R$ 0,23

Finalmente poderemos efetuar o custeamento das cópias de cada departamento, multiplicando-se o número de cópias pelo custo unitário apurado:
    • Senha B – Recursos Humanos: 380 x 0,23 = R$ 86,66
    • Senha C – Administração : 195 x 0,23 = R$ 44,47
    • Senha D – Hospedagem: 290 x 0,23 = R$ 66,13
    • Senha A – Cópias Vendidas: 1.960 x 0,23 = R$ 446,98

Prova: O custo de todas as senhas é igual ao custo total apurado pela soma do aluguel, materiais e energia elétrica, ou seja:
    • 86,66+44,47+66,13+446,98 = 644,24

Ponderação importante sobre a análise do preço de venda da cópia vendida. Sabemos que o custo foi de R$ 446,98. Se tivermos vendido por R$ 0,60 cada, podemos calcular o lucro bruto ou margem de contribuição da operação:
    • MC = (PV-Cunit)xQ

Em que:
    • MC – Margem de Contribuição ou Lucro Bruto. Bruto porque estamos pressupondo
      outras operações que geram receitas, sobre as quais incidirão impostos e custos
      fixos, para então apurar o lucro real.
    • PV – Preço de Venda
    • Cunit – Custo Unitário
    • Q – quantidade Vendida

Então:
    • MC = (0,60-0,23)x1960 = 0,37x1960 = R$ 729,02

R$ 0,37 é a margem de contribuição unitária da xerox e R$ 729,02 é a margem de contribuição total da operação.

De posse desta informação, pode-se manipular o preço de venda para obter-se uma margem de contribuição esperada.

Para efeito deste exercício não consideramos os impostos diretos na composição dos custos do produto.

SAIBA MAIS

 

 

CRÉDITOS